Saúde

Yoga: O Equilíbrio do Corpo e a Mente


Por Fernanda Ferreira

Em nosso dia-a-dia, stress, tensão e “mau humor” (até as pessoas “auto-astral” de vez em quando são surpreendidas com a mudança instantânea de humor), tais características, transformaram-se corriqueiras em nossas vidas.
Como se livrar do stress, da tensão devido aos problemas profissionais que por muitas vezes nos acarreta transtornos pessoais, pelo fato de não administrá-los somente na carga-horária trabalhista? Inconscientemente, descontamos em nossos familiares os nervos aflorados no trabalho. Uma prática milenar, tornou-se a solução para o desgaste físico e mental.
De origem sânscrita, o “Yoga” surgiu a mais de 5000 anos na Índia e foi transmitido por tradição oral até meados de 400a.c, quando foi codificado por “Pantajali” nos “Yôga Sútra”. Em seus ensinamentos, “Pantajali” dizia: “Saber relaxar bem é saber viver bem.”


Praticando o “Yoga”, aprendemos a respirar melhor, relaxar, como se concentrar, como trabalhar os músculos, articulações, nervos, glândulas endócrinas e órgãos internos, através de exercícios físicos fortes, porém respeitando o ritmo biológico do praticante.
Quem já ouviu falar sobre a importância do “equilíbrio do corpo e a mente”? Muitos de nós, mas deixamos o assunto transcorrer desapercebido, por não termos “tempo” para nos preocupar com fatos do gênero. E por não termos este “tempo”, somos privados da autosuficiência, bem-estar e satisfação. Devido à sobrecarga de tensão, no qual a mente afetada pelo agito cotidiano, descarrega no corpo.
Com o “Yoga”, alcançamos o “equilíbrio perfeito entre o corpo e a mente”, nos proporcionando maior vigor, mais vitalidade, bem como seriedade, tornando a vida com o mundo externo, mais acessível.
Um conjunto de benefícios, proporcionando melhorias em nosso convívio profissional e pessoal, é sem dúvida uma boa opção para quem se encontra neste quadro clínico e busca uma saída.

Nenhum comentário:

Postar um comentário